Persuasão – Jane Austen

Bem, como começar? O que dizer sobre Jane Austen? O que acrescentar sobre alguém que é considerada a escritora que leva o romance ao seu ápice?  Simplesmente devo dizer que sem sombra de dúvidas não é nenhum exagero. Ler Persuasão me deu aquele gás para a leitura, redescobrir um romance em tempos que leio mais textos acadêmicos e blogs do que qualquer outra coisa é como respirar livremente depois tempos sufocada.

O livro que li é este abaixo, um amor a primeira, segunda e terceira vista numa livraria aqui perto de casa. De tanto que ele me esperou na prateleira resolvi levar pra não fazer desfeita.

Persuasão conta a história de Anne Elliot e Frederick Wentworth. Anne, filha de um baronete fútil em situações financeiras complicadas, e Frederick, um jovem sem muito a oferecer além de sua paixão por Anne. Conhecendo Jane Austen e romances, o que disse já diz muito e até podemos imaginar o decorrer da história.

Anne, com qualidades que sua família nunca reconhece o que a torna sempre pouco útil para eles, se apaixona por Frederick, recebe seu pedido de casamento, porém rejeita. Persuadida por uma amiga da família, e também por seus familiares, que Frederick não seria uma boa escolha, principalmente por razões financeiras. Oito anos depois, Anne vê Frederick de volta em sua vida e precisa suportar as tensões que essa situação causa.

Parte interna do livro ♥

Persuasão é o último livro da escritora, lançado após sua morte por intermédio do irmão. O livro é recheado de descrições na dose certa, que quando se alongam demais, Jane sabe cortar na hora certa. Os personagens principais sempre buscam além das aparências e títulos de nobreza. Anne, por exemplo, quando conhece alguém novo nunca se deixa levar somente pela boa educação e requinte, sempre busca entender o que há por trás de tudo aquilo. Jane ironiza um pouco as “preocupações” das mulheres de seu tempo e sempre há uma relação/presença forte de responsabilidade, orgulho, desconfiança e como trás o título, persuasão. A todo o tempo alguém tenta persuadir o outro, mesmo sorrindo e convivendo bem, quando uns dão as costas pro outro desejam persuadir, convencer sobre seu ponto de vista e no fundo a heroína se vê muito cansada destas atitudes e não aceita se casar com qualquer pessoa que não ame, uma atitude bastante avançada pra 1817.

Esse livro também me mostrou um pouco da importância de um parecer sobre a vida do autor, uma breve biografia ou que a vida dele seja pelo menos citada no prefácio. Os livros de Jane tem uma certa obsessão pelo casamento e isso se deva principalmente por ela nunca ter se casado. Foi convencida a não se casar com quem amava pelos mesmos motivos que a personagem Anne, e num futuro, rejeitou outro pretendente por não amá-lo.  Saber desse pequeno detalhe valoriza a leitura e ajuda no entendimento, além de saber sobre a vida de uma escritora no Séc XIX é sempre interessante. Outra coisa que me agradou muito foram as notas de rodapé, sempre muito construtivas (com muitas “dicas de livros” e que traziam algumas palavras no original, enriquecendo ainda mais a leitura).

Fiquei presa ao livro, o devorei em uns poucos dias e quando terminou queria saber mais e mais.. Uma parte porque sou boba e adoro romances e outra porque em Persuasão você sempre está tenso, sente que o tempo inteiro algo está prestes a acontecer, tornando a leitura mais prazerosa e fácil, mesmo sendo recheada  de esteticismo.

Essa bela edição da editora Zahar ainda me presenteou com duas ótimas novelas também escritas por Jane Austen: “Lady Susan” e “Jack e Alice”.

“Lady Susan” é muito interessante, um romance epistolar lotado de fofocas e insinuações. Corrobora com Persuasão e o desejo de persuadir seja pela beleza ou pela eloquência (a Lady Susan consegue pelos dois) é bastante forte. “Jack e Alice” é bastante curta e surpreendente, conta uma história de um baile e que as máscaras e fantasias são as características de sua personalidade como por exemplo uma personagem que vai fantasiada de Inveja e adiante a vemos envolvida por esse sentimento. Fiquei surpresa com o final e simplesmente quis sair comprando todo e qualquer livro de Jane Austen.

Jane Austen

Ao longo do livro a Jane vai citando alguns trechos, livros e no próprio prefácio já fiquei curiosa por alguns. Então aqui vai a lista pra caso alguém já tenha lido Persuasão:

  1. A ascensão do Romance.  CF. Ian Watt – Cia das Letras
  2. Machado de Assis: O enigma do olhar. Alfredo Bosi – Ática
  3. Em busca do tempo perdido. Marcel Proust – Globo
  4. Cultura e Imperialismo. Edward W. Said – Cia das Letras
  5. Marmion e A dama do lago.  Sir Walter Scott
  6. Giaour e A noiva de Abydos – Lord Byron
  7. Henry e Emma. Matthew Prior
  8. Cecilia. Fanny Burney
Anúncios

9 opiniões sobre “Persuasão – Jane Austen

  1. Linda essa edição, pena que a Zahar só tem esse título da Jane. Eu gosto do carinho que a editora tem com os livros.
    Eu tenho uma edição dupla do Conde de Monte Cristo, muito linda…
    Eu gosto da Jane, eu tenho Orgulho e Preconceito, e tenho muita vontade de ler os outros livros…quem sabe ano q vem.

    Bjos adorei o post gracinha

  2. Que linda a tua versão!!
    Persuasão me conquistou desde o começo! Na verdade a Jane Austen me conquistou, até agora não sofri uma decepção sequer em nenhum dos seus livros!
    Eu amo a forma com que ela via a sociedade da sua época, demostrando claramente o quanto estava a frente do seu tempo!
    Suas personagens por não se preocuparem com classes sociais e títulos alheios, me encantam!

    Um beijo, Fran!
    http://www.blogdaruiva.com

  3. Pingback: Orgulho e preconceito - Jane Austen | Gosto de Canela

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: